SEJA HYPE VOCÊ TAMBÉM

As cores podem dizer ao mundo quem é você

Você acredita na energia e no poder das cores? Não? Talvez esta matéria faça você mudar de ideia.

0 313

Professora do ISAE – Escola de Negócios, Maria Inês ensina como podemos tirar o melhor proveito das paletas de cores, e orienta quanto ao uso de determinadas padronagens, do ponto de vista estético e profissional.

Segundo a especialista, a cor da pele e do cabelo determinam a escolha das cores para o vestuário, podendo deixar a pessoa mais radiante ou clean. Cores quentes aproximam, como é o caso do vermelho, do laranja e do amarelo. Já as cores frias têm o efeito de distanciamento e repouso, como, por exemplo, os tons de azul, verde e rosa.

A professora do ISAE garante que tons neutros, como o preto, branco, marfim, gelo, pérola, palha ou areia, combinam com tudo. “Para criar harmonia, é interessante usar, no máximo, três cores em uma composição. E o efeito fica ainda melhor quando duas cores são neutras”, explica Maria Inês.

Além da diversidade de tonalidades, ela sugere rendas, couros e malhas em padrões geométricos, que podem ser mesclados, para compor um look equilibrado. Mas a especialista adverte para o bom senso, palavra chave na hora de criar um visual com estilo, onde o clean é o mais elegante.

  Cores e estampas legais, e o que deve ser evitado, segundo a especialista.

– Tecidos com estampas graúdas, como xadrezes e poás, marcam, chamam atenção e engordam;

– Tecidos com estampa felina, presentes em looks modernos e despojados, não são indicados para o trabalho, pois têm apelo sensual;

Leia Mais...
1 of 15

Animal print no trabalho? Nem pensar! Estampas felinas têm apelo sensual

– Tecidos lisos compõem mais facilmente com diversos tipos de acessórios. O esquema monocromático (diferentes tons da mesma cor) é o mais seguro;

– No trabalho, as tonalidades indicadas são as discretas e neutras, porque não chamam à atenção. Pode-se dar um toque no visual, usando detalhes coloridos em bolsas, sapatos, lenços, echarpes etc, sugere Maria Inês.

No  trabalho, tons neutros são sempre bem vindas, mas uma peça vibrante valoriza o look

– Preto ou azul marinho com branco ou vermelho são combinações que sempre funcionam muito bem;

– Investir em opostos complementares é a chave para combinar cores fortes, e a dica para equilibrar a produção é usar a cor nude, palha, castor ou terra;

– Tons delicados fazem mix, sem restrição, mas pedem contraponto com uma peça de cor vibrante, para dar vida à produção.

Maria Inês Borges: harmonia com três cores

Leave A Reply

Your email address will not be published.