SEJA HYPE VOCÊ TAMBÉM

Chardonnay, a uva que é a cara do verão

Chardonnay é uma famosa na região da Borgonha.

0 234

Chardonnay é a uva branca mais plantada no mundo. Ela é usada, também, para vinhos mais básicos, e para diversos espumantes. Abrir uma garrafa de Chardonnay é como entrar em mundo intenso de aromas e sabores.

O exame olfativo é extremamente prazeroso. Dá vontade de aspirar até a garrafa acabar. A cada hora sentimos um cheiro diferente, que nos remete ao frescor de coisa boa do verão. É  mais ou menos como a seção das frutas tropicais da feira, com um toque de bala “toffee” da infância.

Chardonay, a “rainha das uvas brancas”

Degustar um Chardonnay é, sem dúvida, uma experiência incrível! E é na estação mais quente do ano que devemos aproveitar tudo que essa uva tem pra nos oferecer.

De origem francesa, a Chardonnay é famosa na região da Borgonha. Em Chablis, por exemplo, onde nenhuma outra casta branca pode ser cultivada, encontram-se os melhores vinhos do mundo desta varietal. Um Chabilis clássico chega a custar, no Brasil, cerca de R$ 190,00.

Os rótulos dessa região são extremamente minerais, por conta do terroir da Borgonha (no solo argiloso de lá, é possível encontrar fósseis enormes de caramujos pré-históricos). Mas nem tudo é só glamour. Chardonnay é também a uva branca mais plantada no mundo, usada também para vinhos mais básicos e diversos espumantes.

O cultivo da Chardonnay exige certo cuidado, mas a videira tende a adaptar-se bem a diversos climas e solos. Por isso, ela conquistou o título da “rainha das uvas brancas”. Após 1976, a produção de vinhos dessa uva também foi reconhecidana região da Califórnia. É aqui que entram na história os vinhos do Novo Mundo.

Alguns exemplares de Sonoma e do Napa são tão bons a ponto de rivalizar com os melhores da Borgonha. Que o digam os jurados da degustação histórica que ficou conhecida como o “Julgamento de Paris”. Essa história já rendeu livro e filme. É uma boa indicação para quem quer saber mais sobre esse o universo, um marco para a indústria do vinho.

Seu perfil aromático é super eclético, com notas de frutas verdes e também de flores. Os vinhos que passam por barricas de carvalho tendem a ser amanteigados e com um leve toque de baunilha. Uma dica boa e barata são os Chardonnays do Novo Mundo, Chile, Brasil e Argentina.Lógico que, depois de assistir ao ” Julgamento de Paris”, a gente fica querendo o Château Montelena, Chardonnay, safra 1973. Mas acho que a última garrafa foi leiloada por U$11.325! Então, vamos para opções possíveis.

Seguem, abaixo, algumas dicas de vinhos

Leia Mais...
1 of 13

Domaine Oriental, Chardonnay (Chile)- Aromas de maçã verde, abacaxi e caramelo, sabor intenso e ótima acidez. Combina bem tanto com peixes, frutos do mar e massas com molho branco. Além ter uma coloração linda, amarelo palha, tem também tem um preço super em conta, na faixa de R$67,41.

Onde encontrar: www.winelands.com.br (importação exclusiva)

Angelica Zapata, Chardonnay (Argentina)- Considerado o melhor Chardonnay da Argentina, é bastante concentrado. Aromas cítricos, e na boca muito cremoso, esse é um vinho branco de passagem por barrica de carvalho.Dá até pra guardar uns anos na adega, quem sabe abrir no próximo verão? Na faixa de R$190.

Onde encontrar: Wine Spot Adega (Shopping Vila Velha) (27) 3533-2173

Cave de Pedra Adaga Chardonnay (Brasil)- Claro que temos que ter um rótulo nacional na lista. Este é do Vale dos Vinhedos/RS, e é incrível! Possui uma cor dourada, e, graças à maturação em barricas de carvalho americano, adquiriu aromas de chocolate branco e baunilha, com notas das frutas maduras, como abacaxi e melão. Combina bem com aperitivos, em geral, anchovas, sardinhas, peixes, carnes defumadas, carpaccio, filés e paella. Na faixa de R$95.

Onde encontrar: Vinicola Cave de Pedra ou pelo site www.cavedepedra.com.br

 

 

 

 

Leave A Reply

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.