SEJA HYPE VOCÊ TAMBÉM

Francesca Cordova leva artwear ao Brasil Eco FW

Francesca Cordova apresentou uma coleção comprometida com os fazeres manuais,

0 218

Moda, para Francesca Córdova, também é ferramenta para pensar sobre o vestir. “Em tempos de uso frenético de tecnologias, acho importante questionar a perda de habilidades e saberes relativos. Refletir sobre, em que medida, as pessoas, no geral, podem ser substituÍdas por máquinas”, explica s estilista.

Adepta do slow design, ela caminha trabalho no seu ritmo. O slow design consiste em deter-se mais tempo em uma só peça, que pode levar de 10 a 20 dias para ficar pronta, já que conta com manufatura artesanal.

Em Manus, o crochê e o bordado traduzem as ideias que dão origem à coleção assinada por Francesca Córdova.  As peças foram tecidas em fios naturais e tecnológicos. Seda, lãs anti-pilling, fios com elasticidade e de secagem rápida proporcionam conforto e praticidade. Os looks femininos e masculinos combinam essas tramas e bordados.

       

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crochê e bordado são traços dominantes no estilo de Francesca Cordova

         

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Para a estilista, o fazer manual tem a ver com “alma e intuição”

     

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para construir suas peças  Francesca toma como base a alfaiataria 

Francesca Cordova usa tecidos como tricoline, chiffon plissado e tafetá, em modelagens cuja base é a alfaiataria. Para elas, sobreposições com saias, vestidos, amarrações e mangas avulsas. Roupas-acessórios que podem ser utilizadas de diferentes formas. Para eles, costumes em tafetá combinados com bordados 3D e crochê, que quebram a rigidez do terno convencional.

As peças são únicas e atemporais. Crochês e bordados são confeccionados organicamente, sem receitas, anotações ou instruções. “Criados pelas mãos que obedecem à mente, ao coração, à alma e à intuição”, resume a estilista.

No trabalho de Francesca Cordova, apresentado no Brasil Eco Fashion Week, a união do slow design com o artwear serve de estímulo ao vestir consciente e significante.

Francesca Cordova (Fotos:Marcelo Soubhia/ Agencia Fotosite

Sobre Francesca Cordova

A estilista curitibana Francesca Córdova conquistou o 1º Prêmio João Turin de Incentivo aos Novos Designers de Moda. Sobre seuy estilo, ela diz, em sua página no Facebook: “Faço a roupa que quero vestir. Descomplicada, sofisticada, urbana e feminina”.

Sobre o Brasil Eco Fashion Week

O evento foi realizado, entre 21 e 24 de novembro, no Unibes Cultural, em São Paulo. Primeira semana de moda sustentável do pais, o Brasil Eco Fashion Week   protagoniza um importante passo ao trazer à tona este enfoque para a indústria nacional, além de colocar luz em marcas que já produzem conscientemente.

Além dos desfiles, a programação engloba diversas atividades como workshops, rodas de conversa e palestras, tudo aberto ao público com entrada gratuita .“São diversos profissionais mobilizados pela causa, formando uma corrente e acreditando na importância deste encontro”, diz Fernanda Simon, co-idealizadora do BEFW e coordenadora nacional do Fashion Revolution.

Com foco em sustentabilidade, consciência, igualdade e colaboração, a programação inclui ainda o Espaço Lab e a mostra Novos Designers. Nesta edição, 13 marcas subiram à passarela do evento,

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.