SEJA HYPE VOCÊ TAMBÉM

Livro conta a história da Zoomp 

0 48

“Uns Jeans, uns não”resume a trajetória da marca de Renato Kherlakian.

Quem viveu, nos anos 1980, com uma antena ligada em moda e comportamento, jamais esquecerá da marca do raio: a Zoomp, que dominou o mercado jeanswear entre 1974 e 2006. Zoomp era sinônimo de   lifestyle e qualidade , atributos raros na história da indústria da moda brasileira daqueles tempos.

Uns jeans…uns não – Capa do livro de Renato Kherlakian

Por trás da marca – e à frente dela – seu criador, Renato Kherlakian, também simbolizava estilo e elegância. Homem de poucos sorrisos, vaidoso e discreto, Renato agora se  une à Senai-SP Editora para lançar “Uns jeans, uns não”. O livro, que compila textos escritos por Ronald Sclavi, traz os momentos mais importantes da Zoomp, reconstruindo quatro décadas de blue jeans.

O livro  acaba de ser lançado na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi ,em São Paulo, com introdução de Paulo Skaf (ex-presididente  da Associação Brasileira Têxtil -ABIT), “Uns jeans, uns não” ,  em uma narrativa de A a Z , é um histórico sobre como o jeans atravessou fronteiras.

“A decisão de contar a história neste formato foi minha, em conjunto com o Ronald, para que o público amante da marca saiba como foi criada”, diz Renato. “Este material é importante pois perpetua a carreira de sucesso da Zoomp”, ressalta o empresário.

Leia Mais...
1 of 17

Entre os verbetes, Kherlakian mescla tópicos indispensáveis, como “lavagem”, “denim” e “acabamentos” ,com outros cheios de humor e um toque transgressor como “alma”, “desejo” e “humor”. Pequenas histórias e bastidores ainda não revelados surgem a cada página.

Renato Kherlakian

Sobre a  Zoomp

Tudo começou em 1974 com o diferencial de um jeans anatômico e numerações intermediárias. Nas décadas de 1970 e 1980, o logotipo da marca tornou-se símbolo de poder, de uma força maior. Desde o início, o raio transmitia uma essência sexy jeans, que simbolizou o vanguardismo da Zoomp.

Durante 32 anos, Renato vivenciou uma série de parcerias e projetos, com momentos inesquecíveis, entre eles, a criação da marca Zapping; campanhas memoráveis, como as de Mário Testino e os desfiles para o GRAAC.

Além dos 32 anos em 220 páginas, Kherlakian aponta caminhos para o mercado atual, comentando o desenvolvimento tecnológico e as tendências de produção e consumo para um novo milênio jeans.

Leave A Reply

Your email address will not be published.