Motéis: prazer com requinte

0 870

No Brasil há cerca de 35 anos, os motéis estão passando por uma revisão,digamos assim…, conceitual. O segmento moteleiro vem atravessando um processo de mudança e modernização, embora muitos mitos e tabus ainda cerquem o tema.

Dados indicam que o primeiro estabelecimento nacional desse tipo surgiu em São Paulo, e funcionava como uma espécie de clube – tinha até carteirinha e cobrança de mensalidade. Mas os tempos são outros. Luis Eduardo Stedile, empresário do setor e proprietário do Luv, em Blumenau, e de outros dois motéis em Joinville e Caxias do Sul (RS), que o diga. Segundo ele, aquela decoração com imagens obscenas e de nudez ficou no passado. Pois é… O que um dia foi unanimidade em todos os motéis, atualmente é visto como fora de moda. Aquela ambientação “pecaminosa” e de gosto duvidoso  foi substituída por suítes de arquitetura clean, visando atrair uma clientela mais qualificada, garante o empresário.

Pole dance e hidromassagem

“O novo conceito tem como objetivo agradar a todos os clientes, mas, principalmente, aos namorados, casados e demais casais que procuram um espaço para sair da rotina. Mantemos, no Luv,  alguns itens que proporcionam uma experiência diferente como pole dance e banheira de hidromassagem. Mas mudamos o conceito de um modo geral. Temos opções, por exemplo, que possuem cama king size, ducha dupla, duas camas, jardins. Além de serviços diferenciados, como chapinha de cabelo, roupões chinelos e ameneties de alta qualidade. Fora tudo isso, oferecemos uma seleção de bebidas com espumantes especiais e cervejas artesanais, nosso cardápio é elaborado por chefs reconhecidos e ao final de tudo ou mesmo na chegada a suíte o cliente pode preparar seu próprio café”, resume Stedile.

 Com a liberdade dos novos tempos, quando jovens casais recebem permissão dos pais para levar namorados e namoradas para dentro de casa – e dos quartos – a batalha parecia estar perdida para os “templos de amor”. Mas, ao que tudo indica, esta não é a realidade dos motéis.

Higiene em primeiro lugar

Leia Mais...
1 of 9

Com banheiras higienizadas e esterilizadas, como acontece nos hotéis, pousadas e SPAs, as novas hidromassagens não seguram mais água em seus encanamentos e, assim, não há risco de um cliente ter contato com a água de outro cliente. A esterilização da superfície das banheiras, segundo Stedile, é feita em todas as suítes após o uso, também é realizada a higienização da tubulação com um produto a base de cloro.

As piscinas também recebem tratamento especial: são seguras e funcionam como as piscinas de clubes, condomínios e hotéis. O tratamento é feito com cloro e a água é filtrada 24 horas por dia.

Lençóis lavados após cada uso, toalhas trocadas, independentemente do uso, chinelos descartáveis, toalhas de rosto, mantas soft, roupões, chapinha, escova e prendedor de cabelo fazem parte dos serviços oferecidos pelo novo motel, garante Stedile.

 Até os móveis são higienizados após cada utilização das suítes. Assim, garante o empresário, o risco de contaminação é semelhante àquele das cadeiras e equipamentos de utilização pública, como academias.

Culinária assinada

Na cozinha, os motéis também evoluíram muito, e é comum encontrar cardápios assinados por chefs, com opções de pratos e bebidas requintadas. No Luv, o menu é assinado pelo chef Rodrigo Gonzaga, professor e coordenador do curso de Gastronomia da FURB.

Entre as opções do cardápio estão fondue com chocolate belga Callebault, mignon ao barbecue, polvo grelhado, além de saladas e sobremesas diversas. Cada prato do cardápio tem harmonizações com vinhos e cervejas premium.

You might also like More from author

Leave A Reply

Your email address will not be published.