SEJA HYPE VOCÊ TAMBÉM

Sê um viajante (Para Enrico e Isadora)

1 159
  • Procure saber o suficiente sobre o lugar que vai visitar, nem muito,  a ponto de não abrir espaço para surpresas boas, nem pouco, para não passar aperto;
  • Ao chegar, não julgue. Se for para viajar e julgar as diferenças, fique em casa;
  • Procure descobrir os hábitos locais: onde as pessoas vão, comem, visitam. Abra-se para viver como se tivesse nascido ali;
  • Be off season. Isso quer dizer, evite ao máximo programas turísticos em massa. Se tiver que fazê-los, que seja em um dia mais vazio. Você não vai à  Capela Sistina, nem à Torre Eiffel em pleno domingo de verão; na verdade, viaje no contra fluxo. Quando todos estiverem saindo, você fica. Quando todos estiverem, voltando você vai.
  • Mantenha uma relação de intimidade com o lugar; seja gentil com as pessoas; aprenda palavras chave, que demonstrem seu interesse em  comunicar-se na língua local;
  • Cuide do lugar, preserve-o. Não deprede, nem suje. Respeite as pessoas e o ambiente;
  • A viagem não deve ser algo sofrido, uma maratona a cumprir. Se tiver que acordar ao meio dia para usufruir bem das horas seguintes, é melhor que estar 10 horas cumprindo um roteiro exaustivo, só para atender às expectativas dos outros;
  • Se possível, ande a pé. A câmera fotográfica registra muitos momentos, mas os olhos e o coração garantem a experiência, acreditem;
  • Faça refeições sozinho. Um universo se abre quando você desfruta um prato saboroso e uma bebida que te alegre.
  • Consuma o necessário, em geral aquilo que não poderão tirar de você, algum espetáculo, um lugar, conhecer uma pessoa nova, a sensação de um prato típico. Coisas quebram, somem, nós enjoamos delas, mas as coincidências das viagens estarão conosco para sempre serem contadas;
  • Escreva sobre a viagem. Faça um diário escrito, grave sua voz ou vídeo;
  • Viva o presente. E agradeça com frequência. A gratidão é uma grande resposta para que o universo te devolva com mais frequência as chaves que abrirão as portas do seu caminho.
1 comentário
  1. Ana Carol Godoi Diz

    penso e tento viver mais ou menos assim.. só não dou conta de “comer e beber sozinha” kkkk preciso de um par.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.