Uma amada desesperada no teatro

0 18

Em monólogo divertido, a atriz Elizabeth Savalla apresenta, nestes sábado (24) e domingo (25), no Teatro da Ufes, a comédia “A.M.A.D.A.S – Associação de Mulheres que Acordam Despencadas”, que discute mitos e obsessões da meia-idade.

Quem tem mais de 40 anos vai lembrar-se de Elizabeth Savalla, no início da carreira, brilhando no papel da linda, delicada e feminista Malvina, na novela global Gabriela. Eram os anos de 1975…O tempo passou, aquela Elizabeth jovem e estreante foi ganhando ainda mais experiência, maturidade e, é claro, cada vez mais espaço na TV e no teatro, por sua competência e seu carisma, que  revelariam, mais tarde, a grande atriz de veia cômica que conquistou o Brasil.

A atriz no papel da feminista Malvina, na novela Gabriela, em 1975

Elizabeth Savalla estará em Vitória, neste sábado, para estrear no teatro Universitário (Ufes) um espetáculo onde, mais uma vez, revela seu humor histriônico e contagiante. A.M.A.D.A.S – Associação de Mulheres que Acordam Despencadas, como o próprio nome sugere, é um monólogo que promete fazer a plateia rir muito.

Sob a direção de Luiz Arthur Nunes, o espetáculo coloca em discussão algumas das questões mais importantes sobre a condição da mulher moderna: o texto enfoca a via crucis de uma mulher, que chega à meia-idade pressionada pelas demandas de uma sociedade fútil e superficial

No monólogo, Elizabeth Savalla questiona os valores da sociedade atual,sustentada pela aparência e pela superficialidade

 

A camada social onde a protagonista  movimenta-se, vive de aparências, e está sempre pronta a condenar quem não cultiva a performance conquistada à custa de academias, salões de estética, cirurgias, botox, silicone etc.

Embora refratária a essa ideologia, Regina Antonini, autora do texto, projeta no monólogo os valores da sociedade em que vive, mostrando uma personagem que se pune e se recrimina por não atender a essas exigências, chegando a rebelar-se contra o marido que a aceita como é.

Assim o espetáculo coloca o dedo na ferida de mulheres a caminho da maturidade. Mas o faz de forma inteligente e, principalmente, bem-humorada, por meio de uma sátira hilariante aos mitos e obsessões de nossa época.

Vale a pena assistir Elizabeth Savalla divertindo-se – e divertindo o público – na pele desta personagem tão atual.

Serviço

A.M.A.D.A.S – Associação de Mulheres que Acordam Despencadas

Dias: 24 e 25 de junho

Horários: Sábado às 21 horas; domingo às 19 horas

Local: Teatro Universitário – UFES

Preços: Térreo R$ 120,00 e R$ 60,00 / Mezanino R$ 100,00 e R$ 50,00

Leave A Reply

Your email address will not be published.